Atmosferas Explosivas

A UL é o seu centro para segurança de instalações em Atmosferas Explosivas. Com mais de 100 anos de experiência em diversas atividades no segmento de Atmosferas Explosivas, a UL auxilia que fabricantes obtenham rápido acesso ao mercado global, com a segurança de que o seu produto foi avaliado pelos nossos especialistas de acordo com os critérios ora estabelecidos.

Dentro os serviços oferecidos pela UL, podemos destacar:

  • Avaliação da Conformidade e ensaios no produto para as marcas ATEX, IECEx, INMETRO e UL/cUL de equipamentos para uso em Atmosferas Explosivas com engenheiros qualificados no Brasil;
  • Certicação IECEx para Competência de Pessoas no Brasil;
  • Avaliação do Sistema de Gestão da Qualidade da produção, incluindo relatórios da qualidade (QAR e PQAN) além do INMETRO com auditores qualificados no Brasil;
  • Realização de seminários e treinamentos técnicos realizados no escritório da UL do Brasil ou “in company”.

 

O CONHECIMENTO TÉCNICO DE  ATMOSFERAS EXPLOSIVAS NA PALMA DA SUA MÃO

REDUZA O SEU TEMPO DE ACESSO AO MERCADO

Principios para instalação em Atmosferas Explosivas:

• Tipo de atmosfera explosiva
• Probabilidade da presença de Atmosferas Explosivas
• Propriedades relacionadas à ignição
• Classificação de temperatura
• Métodos de proteção
• Requisitos de marcação
• Normas nacionais, regionais e internacionais
• Grau de proteção para invólucros (código IP)

Entre na sua loja de aplicativos Google Play ou Apple Store e baixe agora o aplicativo em português.

qr-codes

download                                     Get_it_on_Google_play.svg

Historicamente pode se dizer que o desenvolvimento de novas tecnologias é oriundo de tragédias. As minas de carvão figuraram como o primeiro local denominado como Atmosfera Explosiva no século 19.

Descobriu-se, então, a combinação de explosão entre o gás metano e a poeira do carvão. Após a explosão do gás metano uma subsequente explosão (ainda mais violenta) da poeira em suspensão aumentavam ainda mais a destruição destas minas. As primeiras soluções não se mostraram eficazes, mineiros e voluntários adentravam a mina para realizar a ignição da Atmosferas Explosivas para posteriormente outros trabalhadores iniciarem seus trabalhos.

Assim, o primeiro de método de proteção foi criado onde as minas de carvão recebiam ar fresco através de um sistema de ventilação, diluindo a Atmosfera Explosiva e consequentemente diminuindo a probabilidade de ignição da mesma através da redução dos limites de explosão. Assim nasce o primeiro equipamento desenvolvido para Atmosferas Explosivas, um motor à prova de explosão.

Linha do tempo

1894 – Fundação da Underwriters Laboratories (UL)

1904 – Início das Reuniões da IEC

Década de 1930 – Definição de Classes e Grupo de Classes

1960 – UL desenvolve equipamentos de ensaio para estudos relacionados ao tipo de proteção à prova de explosão.

Década de 70 – Publicação da primeira Diretiva Européia 76/117/EC, Diretiva 79/196/EC (tipos de proteção) e início do desenvolvimento de normas NBR.

2000 – Publicação da Portaria 176 (compulsoriedade). PTB e UL indicam Brasil para esquema IECEx.

2006 – Publicação da Portaria 83 (novos requisitos compulsórios)

2010 – Publicação da Portaria 179 (requisitos atuais) + Poeiras

 

Em 18 de maio de 2010 o INMETRO publicou os requisitos para certificação dos equipamentos elétricos para uso em atmosferas explosivas, nas condições de gases e vapores inflamáveis e poeiras combustíveis através da Portaria 179.

Para ler na íntegra o texto da Portaria 179:2010, clique aqui.

A Portaria 179:2010 descreve três modelos de certificação:

  • Modelo com Avaliação do Sistema de Gestão da Qualidade do Processo de Produção e Ensaio no Produto

Este modelo é para ser utilizado para processo de produção serial, com auditoria realizada no fabricante. Ensaios de tipo são realizados normalmente em protótipos.

Os ensaios de tipo devem ser realizados de acordo com os requisitos da série de Normas ABNT NBR IEC 60079 conforme descrito na Cláusula 2 da Portaria 179:2010.

A Auditoria Inicial no Sistema da Qualidade do fabricante, deve ser realizada de acordo com os requisitos dos Anexos A e B da Portaria 179:2010.

A UL pode combinar as Auditorias INMETRO com ATEX (PQAN) e IECEx (QAR) reduzindo seu custo de certificação e facilitando o acesso a mercados globais. Estas auditorias são realizadas a cada 18 meses.

Este modelo de certificação pode se tornar um serviço rápido, caso o solicitante da certificação possa fornecer a UL os documentos (certificado, relatórios de ensaio e desenhos construtivos) relacionados à Certificação IECEx emitida por um organismo de Acreditado pelo IECEx.

A Certificação ATEX também pode ser utilizada para obter a Certificação INMETRO, porém não pode ser considerada como um serviço rápido, uma vez que a Certificação ATEX possuí um formato diferente da Certificação IECEx, sendo que uma avaliação adicional se faz necessária para preparar o a Certificação INMETRO.

  • Modelo com Ensaio de Lote

Amostras de um lote de produto (importado ou não) são submetidas a ensaios de tipo baseado nos requisitos da série de Normas ABNT NBR IEC 60079 conforme descrito na Cláusula 2 da Portaria 179:2010. Não há auditoria inicial ou de acompanhamento e a certificação é válida apenas para um lote definido.

Os ensaios de tipo devem ser realizados em 6% do lote considerado para certificação, de acordo com os requisitos dados na série de Normas ABNT NBR IEC 60079 conforme Cláusula 2 da Portaria 179:2010.

  • Modelo Situações Especiais para Produtos Importados

Produtos importados e já certificados por um organismo de certificação fora do Brasil, uma avaliação na documentação é realizada, combinada com a inspeção no equipamento quando ele chega ao Brasil, antes da instalação e operação do equipamento. O Modelo de Situações Especiais é limitado a 20 unidades do produto, e permitido apenas a cada 6 meses. Não há auditoria inicial ou de acompanhamento.

O solicitante deve fornecer à UL o certificado de origem do produto juntamente com outros documentos aplicáveis, tais como Invoice/Nota Fiscal (emitida no Brasil), Manual de Instruções do equipamento em Português do Brasil e o certificado do Sistema de Gestão da Qualidade do fabricante do equipamento.

Independentemente do modelo de certificação, o solicitante da certificação deve sempre fornecer o manual de instalação e manutenção segura do equipamento, assim como o desenho de marcação no produto e eventuais advertências em Português do Brasil.

Normas aplicáveis

As normas aplicáveis são listadas na seção 2 da Portaria 179:2010. A avaliação deve ser realizada utilizando-se a série de normas ABNT NBR IEC 60079.

Documentos e informações mínimas necessárias para o início do processo de certificação

Para iniciarmos o processo de certificação o solicitante deve fornecer documentos que demonstrem o tipo de proteção adotado para o equipamento a ser certificado. Posteriormente serão solicitados desenhos construtivos, esquemas elétricos, lista de componentes e seus respectivos certificados (quando aplicável) além do manual de instalação e manutenção segura do equipamento, desenho de marcação no produto e eventuais advertências em Português do Brasil.

IECEx Logo

Objetivos do Sistema IECEx

O Sistema IECEx tem como objetivo facilitar o comércio internacional de equipamentos e serviços para Atmosferas Explosivas, mantendo um padrão mínimo de segurança:

  • redução dos custos de ensaio e certificação para fabricantes;
  • tempo reduzido para o acesso ao mercado;
  • confiança internacional no processo de avaliação do produto;
  • base de dados internacional;
  • confiança internacional em equipamentos e serviços abrangidos pela Certificação IECEx

O que é uma área Ex?

As áreas Ex são conhecidas por diversos nomes como “Atmosfera Explosiva”, “Área Classificada” e assim por diante e se relacionam com áreas onde líquidos, vapores, gases inflamáveis ou poeiras combustíveis são susceptíveis de ocorrer em quantidades suficientes para causar um incêndio ou uma explosão.

A modernização da indústria significou um aumento na necessidade de utilizar equipamentos em atmosferas explosivas. Tal equipamento é chamado de “equipamento Ex”.

Onde são encontrados os equipamentos Ex?

Os equipamentos Ex podem ser encontrados em:

  • Postos de serviço;
  • Refinarias de petróleo, plataformas e unidades de processamento;
  • Plantas petroquímicas;
  • Industrias de impressão, papel e têxtil;
  • Salas de cirurgia em hospitais
  • Abastecimento de aeronaves e hangares
  • Indústrias de revestimento de superfície
  • Minas de carvão subterrâneas
  • Estações de tratamento de esgotos
  • Gasodutos e centros de distribuição
  • Manuseio e armazenagem de grãos
  • Áreas de tratamento de madeira
  • Refinarias de açúcar
  • Moagem de metais, especialmente os pós e partículas de alumínio

Sistema de Certificação Internacional do IECEx

Além da elaboração de normas internacionais, a IEC facilita a operação de sistemas de avaliação da conformidade, sendo um dos sistema o IECEx.

O Sistema IECEx compreende o seguinte:

  • Esquema de Certificação de Equipamentos do IECEx;
  • Esquema de Certificação das Oficinas de Reparo do IECEx;
  • O Sistema de Licença da Marca de Conformidade do IECEx;

Certificação de Competências de Pessoal do IECEx (CoPC).

Competência de Pessoas EXIECEx Logo

A certificação de pessoas compõe o ciclo de vida das instalações Ex, pois em conjunto com a tradicional certificação de equipamentos, propõe a elevação do nível de segurança nestas instalações. Apenas a certificação dos equipamentos para uso em instalações Ex não é suficiente para garantir a segurança das instalações e nem das pessoas que nelas trabalham. Assim, a certificação de pessoas é um passo crucial para ampliar a segurança das instalações em atmosferas explosivas e é direcionada para profissionais da área tais como projetistas, montadores, inspetores e reparadores.

Leia o white paper sobre a importância desse processo para a indústria:

Os objetivos do Sistema IECEx

O objetivo do Sistema IECEx é facilitar o comércio internacional de equipamentos e serviços para uso em atmosferas explosivas, mantendo um nível global de segurança resultando, também, em:

  • redução dos custos de ensaios e certificação para fabricantes;
  • tempo reduzido de acesso ao mercado;
  • confiança internacional no processo de avaliação do produto;
  • uma listagem base de dados internacional;

A Certificação de Pessoas do IECEx

O esquema de Certificação de Pessoas do IECEx fornece às indústrias globais Ex um sistema único de avaliação e qualificação de pessoas que preencham os pré-requisitos de competência necessários para implementar adequadamente os requisitos de segurança com base no conjunto de Normas Internacionais IEC em atmosferas explosivas, por exemplo, através da série de normas IEC 60079.

Os certificados IECEx de Pessoal de Competências são emitidos apenas por organismos de certificação IECEx aprovados (ExCBs), sendo a UL do Brasil o primeiro organismo acreditado pelo sistema na América Latina.

  • A Unidade Ex000 – Conhecimentos e percepções básicas para adentrar em uma instalação contendo áreas classificadas

Esta unidade do conhecimento abrange as obrigações de segurança de pessoas entrando em uma área classificada. Esta unidade não inclui requisitos para garantir o aspecto de proteção contra explosão de equipamentos e instalações.

Limitações: Nenhuma.

Pré-requisitos: Compreensão básica da natureza das áreas classificadas, limitações de equipamentos e dispositivos que podem ser levados a uma área classificada, responsabilidades de saúde e segurança no trabalho e procedimentos relacionados às áreas classificadas.

  • A Unidade Ex001 – Aplicação dos princípios básicos de proteção em atmosferas explosivas

Esta unidade abrange os aspectos de proteção contra explosão na operação ou manutenção da planta e dos equipamentos. Esta unidade de competência baseia-se na séria de normas IEC 60079 e quaisquer outras normas pertinentes ISO/IEC que se aplicam a esta Unidade de Competência.

Limitações: Nenhuma.

Pré-requisitos: Capacidade de identificar visualmente qualquer dano ou deterioração do equipamento de proteção contra explosão, monitorar equipamentos e instalações em relação a mudanças no risco de explosão e de seguir os procedimentos para limitar o risco de uma explosão

Qualificação mínima do candidato

O certificado (CoPC) é emitido para um pessoa independentemente se trabalharem de forma autonôma ou com vínculo empregatício. Será realizada a avaliação completa de suas capacidades e conhecimentos pessoais. Após a análise curricular e se o candidato for considerado apto para realizar a prova, a UL do Brasil informará ao candidato, local e data para a realização da prova. Caso o candidato conclua a prova com êxito, ele receberá o CoPC além da carteirinha de identificação emitida pelo IECEx. Uma vez certificado, haverá um acompanhamento a cada 18 meses, com uma reavaliação após 3 anos.

Análise do candidato

Esta análise inclui a avaliação dos seguintes documentos:

  • Curriculum vitae;
  • Histórico Acadêmico;
  • Registros e evidências de treinamento relevantes, incluindo sua formação em competências Ex.

Para mais informações e preparação para a prova, consulte os documentos operacionais do IECEx disponíveis para download através dos links abaixo:

Caso tenha dúvidas, comentários ou sugestões, entre em contato.


Para entrar em contato com um representante UL para Atmosferas Explosivas clique aqui.